Associação Assistência, Cultura e Educação Humana – ACEHU

PROJETO, Mais Arte.

A ACEHU é uma entidade sem fins lucrativos e de caráter beneficente, que realiza projetos de assistência social, educativa e cultural, possibilitando o desenvolvimento humano e profissional, principalmente de crianças e jovens.

Com um grande volume de imigrantes, Brasília cresceu e formou regiões administrativas localizadas ao redor da capital, que apresentam baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Estes locais são os principais pontos de atendimento da ACEHU, fundada em 1994 para expandir as atividades que, desde esta época, eram desenvolvidas por um grupo de voluntárias. A ACEHU também realiza projetos em Minas Gerais e Goiás. Os projetos desenvolvidos visam a inserção cultural e a disseminação, entre os diversos extratos da sociedade, de conhecimentos e práticas voltadas à cultura. O missão é promover o exercício da cidadania e a melhora da qualidade de vida, por meio de ações coordenadas de assistência social, educacional e cultural, com o estímulo e capacitação para o voluntariado. O visão é ser uma entidade com excelência na execução de projetos sócio-culturais.

Descrição do projeto

O Projeto Mais Arte é o mais novo projeto da ACEHU. Tem por objetivo desenvolver o interesse artístico de meninas que cursam o ensino fundamental II (10 a 14 anos) e fomentar novos talentos. Pretende assim ajudar integralmente as adolescentes residentes em São Sebastião, área de risco social, e fomentar a aquisição de virtudes e valores éticos.

O Mais Arte busca alargar competências técnicas, cognitivas e comportamentais com o trabalho através da música, teatro, artes e fotografia, além de aulas de cidadania, projeto de leitura e monitoria para acompanhamento escolar, durante as mais 60h mensais do projeto. Serão ministradas aulas expositivas e dialogadas, além de atividades, jogos vivenciais e aulas práticas. O programa atenderá 80 meninas no contraturno escolar, de 2ª a 6ª feira, no Centro Social Ingá, em São Sebastião e terá início em 02/03/17.

Apoiado pelo GCCM no total de R$ 13.518,00 em 2017.

 

Voltar