INSTITUTO RECICLANDO SONS

O Instituto Reciclando Sons nasceu da inconformidade da musicista Rejane Pacheco com a chamada elitização da música clássica, que dificulta o acesso das classes menos favorecidas aos espetáculos e às escolas de música, que exigem muitos anos de dedicação para a formação do aluno, além do obstáculo que este tem em adquirir o respectivo instrumento musical, sobretudo por causa de seu elevado preço. Foi então que a maestrina criou em 2001, no que era numa favela do Distrito Federal, uma instituição que utilizava a música como instrumento de educação, ressocialização, geração de renda e inclusão social. http://www.reciclandosons.org.br/

 

O Instituto Reciclando Sons (IRS) tem a missão de formar músicos profissionais e cidadãos oriundos de comunidades em situação de vulnerabilidade social, a fim de formá-los educadores sociais que contribuam de forma efetiva e eficaz para o desenvolvimento intelectual, cultural e financeiro de suas famílias e comunidades.

 

 GCCM decidiu apoiar o Instituto para construir uma nova sede e teatro com uma contribução total de R$120.000,00.  A obra começara agora em Outubro de 2017 com previsão de inaugurar dentro de 4 meses.

Voltar